Classe de uso: por que observá-la na escolha do porcelanato?

Classe de uso: por que observá-la na escolha do porcelanato?
Porcelanato

Escolher o porcelanato correto é essencial para garantir durabilidade e qualidade ao seu projeto. Para isso, é preciso estudar o ambiente e identificar os tipos de desgastes aos quais ele pode estar exposto. Além disso, o fluxo de pessoas, automóveis, animais, enfim, tudo aquilo que possa vir a transitar sobre o revestimento, também deve ser levado em consideração.


Nesse estudo, é indicado que seja observada a Classe de Uso, que aponta qual tipo de revestimento é o ideal para determinado local. Essa classificação é baseada na resistência à abrasão, ao desgaste por atrito, e na forma como o esmalte reage a compostos químicos e físicos. Ela é dividida em seis níveis, que são:


Classe de uso E1

Os revestimentos que aqui se enquadram são específicos para uso em paredes. Sua resistência à abrasão, desgaste e exposição a compostos químicos é muito baixa, portanto, os revestimentos com essa classificação não devem, em hipótese alguma, ser utilizados no chão.


Classe de uso E2

Deste nível para cima, os revestimentos podem ser aplicados no chão, porém, o ambiente que o receberá deve ser bem avaliado. No caso do nível 2, a recomendação de uso é apenas para projetos de banheiros e quartos residenciais.


Classe de uso E3

Já possui uma resistência bem considerável, ou seja, o revestimento pode ser utilizado em qualquer dependência da residência, desde que o ambiente não tenha integração direta com a parte externa da casa.


Classe de uso E4

Dos revestimentos para utilização em projetos residenciais, este é o nível mais alto. Com esta classificação, o uso é indicado para todas as áreas da residência, sejam elas internas ou externas*.


Classe de uso E5

A partir deste nível, o revestimento pode ser utilizado em áreas comerciais de médio tráfego, além de projetos residenciais, é claro.


Classe de uso nível 6

Revestimentos com essa classificação são os que possuem maior resistência à abrasão, desgaste e exposição a compostos químicos e físicos. Seu uso é ideal para qualquer projeto residencial ou de áreas comerciais com tráfego intenso.


*Para áreas externas descobertas levar em consideração o COF.


A Cerâmica Elizabeth preza por sempre indicar revestimentos de acordo com a classe de uso que o projeto exige. Além do atendimento pessoal que realizamos, seja, via telefone, redes sociais ou email, você também pode fazer uma simulação em nosso site. Quer conhecer o nosso simulador? Então acesse: www.ceramicaelizabeth.com.br/pt/simulador